A Frase

" O resultado fica para a história, o jogo bonito passa "

FELIPÃO
, Técnico da Seleção Brasileira, em entrevista coletiva, antes da grande final da Copa das Confederações, diante da Espanha, no Maracanã

sábado, 30 de maio de 2009

Desculpas e os jogos deste sábado

Em razão de um compromisso familiar durante a tarde e noite deste sábado, não pude acompanhar os jogos, seja pela Série A ou Série B do Campeonato Brasileiro.

E, para que o leitor deste blog não fique na saudade, peço socorro aos comentários de JUCA KFOURI, publicados no Blog do Juca, que reproduzo logo abaixo:


Sábado de práticas perigosas

O Vasco preferiu priorizar a Copa do Brasil e, na quarta rodada da Série B, já não é mais invicto, ao perder para o Paraná Clube, em Curitiba, por 3 a 1.

Invictos na Série B, de Basco, aliás, só o líder Guarani, com 100% de aproveitamento, e a Lusa, que está apenas em quinto lugar.

Sei não.

A quase utopia vascaína na Copa do Brasil pode custar caro caso a classificação não venha, como dificilmente virá.

Também o Coritiba está com a cabeça na remota hipótese de eliminar o Inter e tomou de 3 a 1 do Goiás, que ficou com 10 na metade do segundo tempo, no Couto Pereira, com 8 mil pagantes.

Provavelmente o time coxa ficará sem a Copa do Brasil e, o que é pior, com a lanterna na mão na Série A, apenas um ponto em quatro jogos...

Felipe, duas vezes, e Iarley fizeram 3 a 0 no primeiro tempo e Marcelinho Paraíba descontou no segundo.

No Engenhão, sem ataque desde que vendeu Maicosuel, o Botafogo ao menos não perdeu de novo, agora para o Sport, que se livrou de Paulo Baier, mas ficou sem Nelsinho Batista.

O rubro-negro chegou a fazer 2 a 0, mas o Glorioso reagiu e empatou 2 a 2, o que foi, de fato, bem mais justo, embora os pernambucanos tenham criado duas belas chances nos segundos finais.

Mas os cariocas mandaram bola na trave e em boa parte do jogo.

Wilson e Weldon fizeram 2 a 0 no primeiro tempo e Tony e Fahel empataram no segundo.

Nem Botafogo nem Sport venceram até agora no Brasileirão.

E o Galo, no Mineirão, criou, criou, ficou com um a mais logo no começo do segundo tempo depois que Marcelinho Carioca foi expulso, mas gol que é bom mesmo, nada.

O Santo André, com seu time de experimentados pistoleiros do Velho Oeste, também deu seus sustos e o estreante goleiro Aranha, ex-Ponte Preta, deu conta do recado.

Resultado final: 0 a 0.

Bom para o Ramalhão, péssimo para o Galo.

Tardelli parece que reencontrou seu velho diapasão e a massa atleticana, com mais de 23 mil pagantes, vaiou todo mundo no fim do jogo.

Com razão.

8 comentários:

  1. Tá perdoado PP, você tem créditos.

    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Fala PP não você não tá perdoado, rsrs brincadeira mas que isso não se repita rsrs (brincadeira).

    Abraços

    ResponderExcluir
  3. tá ok, carlos. vou pensar no seu caso. rsrsrs abs, pp

    ResponderExcluir
  4. ainda q Coxa e Vasco não estejam em vantagem acho q não é errado apostar todas as fichas agora. Afinal, ambos tem chance de classificação.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  5. Eu espero que você tenha sido leve e empenho da família que você ler a escrita para todos vocês.

    Un saludo

    ResponderExcluir
  6. com certeza, gerson. há esperança ainda. abs, pp

    ResponderExcluir
  7. obrigado pela presença ilustre, jaime! pp

    ResponderExcluir

Deixe o seu comentário sobre os textos do Blog do Persio Presotto