A Frase

" O resultado fica para a história, o jogo bonito passa "

FELIPÃO
, Técnico da Seleção Brasileira, em entrevista coletiva, antes da grande final da Copa das Confederações, diante da Espanha, no Maracanã

domingo, 7 de junho de 2009

Duas viradas, um empate e uma goleada

Dos 4 jogos disputados nesta tarde, apenas Avaí e São Paulo não sairam do 0 a 0.

Mas, não que o jogo na Ressacada tenha sido chato.

Ao contrário.

Só não houve gols por culpa dos goleiros Eduardo Martini e Dênis, que realizaram milagres debaixo das respectivas traves.

E por falar em milagre, Palmeiras e Vitória jogaram por apenas 45 minutos no Palestra Itália.

O primeiro tempo foi de doer, revoltante, mesmo, sem sequer um chute a gol que prestasse.

Já nos últimos (e únicos) 45 minutos de partida, a situação, felizmente, foi outra.

O gol de Apodí, logo a 1 minuto, despertou o Palmeiras para o jogo.

Marcos, mais uma vez e só para variar um pouco, salvou o alviverde em, pelo menos, três bons ataques do Vitória.

E quando Ortigoza empatou o jogo aos 20, a torcida passou a crer na possibilidade de conquistar mais 3 pontos importantes no Campeonato Brasileiro.

Mas o Rubronegro Baiano não deu moleza.

Vendeu caro a derrota por 2 a 1, com o gol de Maurício Ramos, aos 46 minutos, para a felicidade de Vanderlei Luxemburgo e a indignação de Paulo Cesar Carpegiani.

Quem também perdeu de virada foi o Flamengo, na Ilha do Retiro, para o Sport Recife, agora de Émerson Leão, que não pôde acompanhar o jogo do banco de reservas por cumprir suspensão de 120 dias, dos tempos de Atlético-MG.

Émerson, aos 6 e aos 9 minutos de jogo, fez 2 a 0 para o Flamengo.

Cheguei a pensar até que, embora cedo, a fatura estava liquidada.

Ledo engano da minha parte...

O Leão do Norte não deu trégua e tratou de rugir o mais alto possível.

Primeiro, com Durval, aos 26.

Depois, com Weldon, aos 27, aos 30 e aos 34.

Com os 3 gols que marcou, Weldon chega aos 4 e divide a artilharia do Campeonato com Kléber Pereira, do Santos, Felipe, do Goiás, Marcelinho Paraíba, do Coritiba e Éder Luis, do Atlético-MG.

Pra encerrar, não podia deixar de falar também dos 4 a 0 do Atlético-MG no Atlético-PR, em plena Arena da Baixada.

Pra mim, um baita de um cala boca!

Pela temporada que o Galo realizou em 2008 e no Campeonato Mineiro deste ano, confesso que não esperava vê-lo assim, vice-líder do Brasileiro...

7 comentários:

  1. Uma rodada com muitos gols, que coisa feia o Flamengo aprontou cara, fui ao banheiro e estava 2x0 pro Flamengo quando voltei estava 4x2 pro Sport, por isso que o futebol é magico, valeu.

    ResponderExcluir
  2. pois é, junior. surpreendeu a todos o jeito que ocorreu a virada. os 6 gols do jogo foram feitos a partir de erros. não houve oportunismo. abs, pp

    ResponderExcluir
  3. O jogo do Sport com Flamengo foi mesmo o destaque pela virada extraordinária do Leão.

    ResponderExcluir
  4. Foi um jogo atípico e o Leão do Norte realmente mostrou muita fibra pra fazer uma virada espetacular encima do Flamengo.

    ResponderExcluir
  5. foi isso aí, mesmo, carlão! abs, pp

    ResponderExcluir
  6. Ueldon, quase meu chara... Quem esperou ver Adriano teve que ver a estrela de Uelton opa!, Ueldon brilhar.

    Abraços

    ResponderExcluir
  7. pois é, ueldon, digo, uelton! rs abs, pp

    ResponderExcluir

Deixe o seu comentário sobre os textos do Blog do Persio Presotto