A Frase

" O resultado fica para a história, o jogo bonito passa "

FELIPÃO
, Técnico da Seleção Brasileira, em entrevista coletiva, antes da grande final da Copa das Confederações, diante da Espanha, no Maracanã

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Volver: Tango Argentino em solo africano



"Que es toda la fortuna de mi corazón."
(Volver/Carlos Gardel)



Olá!

Sou a Doutora Rouge Cerise e fui convidada pelo querido partner Persio Presotto a relatar a minha visão sobre a partida entre Argentina X Coréia do Sul, na Copa do Mundo da África.

Baila comigo este tango?



A lira de um tango argentino no gramado do Soccer City, resoou em Joanesburgo.

De um lado da pista, a frágil Coréia do Sul, que se resguardava diante do todo poderoso elenco argentino.


O primeiro tempo teve a "corporização do tango" isto é, Messi com grandes assistências, demonstrando a absorção do tango pelo o corpo.

Dança e futebol possuem aspectos semelhantes no que compreende a um grande baile: 'la salida, la caminada, el giro e el cierre' e, um ingrediente especial: a bola parada. Neste quesito saiu o primeiro gol, em uma falta cobrada pelo bailante Messi, com a ajuda do 'passo' errado do sul-coreano Chu-Young, em um gol contra.

Num passe de mestre, Higuaín faz o segundo gol dos hermanos.

Durante o processo de aprendizagem de um tango, os parceiros devem atentar para o papel de cada um, na pista da dança, que são completamente diferentes. Porém, não se pode esquecer que cada um deles deve assumir o controle do próprio corpo, sendo assim aos 46 minutos do primeiro tempo, Chung-Yong, da Coréia do Sul, faz dele.

O segundo tempo, ou ato, a máxima de uma dança como o tango não foi bem administrada pelos dançarinos sul-coreanos."Condutor" e "seguidor", o correto seria o modo "acompanhar", mas não foi possível.

Shousholoza(segue o jogo)!

Os pais do tango argentino, liderados por Don Diego Maradona, souberam muito bem traduzir os sinônimos de 'conduzir': guiaram, dirigiram, acompanharam, levaram, precederam, abriram caminho, foram à frente e, desenharam os quatro pontos cardeais, nos quais os dançarinos se movem, justamente na pequena área.

Higuaín se redime pela fraca atuação do jogo contra a Nigéria e, por conseguinte, aos 31 e 35 minutos do segundo tempo marca belíssimos gols, a partir de grandes passes de Messi e Agüero.

Final da dança: 4 X 1 Argentina.


Shousholoza, segue o baile!

Beijos!

Doutora Rouge
___________________________________________________
O Blog do Persio Presotto e o Le Poète en Fleur estão concorrendo ao "Prêmio Top Blog 2010", nas categorias esportes e variedades. Para votar, basta clicar no selo à direita da tela, nos topos dos respectivos blogs. Gratos pela preferência!

Um comentário:

  1. Mas concordo que uma dança é mais existante de ver do que um jogo de futebol...

    Hua, kkk, ha, ha, devo ser o único homem a pensar assim.

    Fiquem com Deus, menina Carol Sakurá e Persio Presotto.
    Um abraço.

    ResponderExcluir

Deixe o seu comentário sobre os textos do Blog do Persio Presotto