A Frase

" O resultado fica para a história, o jogo bonito passa "

FELIPÃO
, Técnico da Seleção Brasileira, em entrevista coletiva, antes da grande final da Copa das Confederações, diante da Espanha, no Maracanã

domingo, 12 de julho de 2009

Galo, Grêmio, empate e Furacão

O Cruzeiro, focado na final da Taça Libertadores, contra o Estudiantes, da Argentina, foi ao Mineirão com um time B para o clássico regional com o Atlético.

E, aos 10 segundos, a Raposa teve de jogar com um homem a menos, tendo em vista que o meia Zé Carlos acertou uma cotovelada na cara de Renan.

Resultado: Galo, líder do Brasileiro, 3, Raposa, ameaçada pelo rebaixamento, 0.

No Olímpico, outro 3 a 0.

E foi do Grêmio diante do Corinthians, no encontro do Mestre Paulo Autuori com o aprendiz Mano Menezes, que, em 1997, foram técnico e auxiliar, respectivamente, do Cruzeiro, campeão da Libertadores.

Placar este que foi constituído pelo Tricolor Gaúcho ainda no primeiro tempo.

No Morumbi, o São Paulo se salvou com um pênalti convertido por Jorge Wagner e ficou no empate de 2 a 2 com o Flamengo, de Adriano, que também marcou de pênalti, e não comemorou o gol, por respeito à torcida são-paulina.

E na Arena da Baixada, o Atlético-PR, de virada, com dois gols de Marcinho, levou a melhor frente ao Internacional, de Nilmar, agora vice-líder do Brasileiro, pelos 3 a 2 fora de casa.

4 comentários:

  1. Que tarde boa foi essa? Grêmio ganhando bem e Inter perdendo o jogo e de quebra a liderança, que maravilha. abraço.
    Saudações do Gremista Fanático

    ResponderExcluir
  2. Tudo o que o Gremista fanático mais queria, né, Junior??? rsrsrs Abs, PP

    ResponderExcluir
  3. Como dizem o Aprendiz nunca ganha do Mestre, o Grêmio arrasou o Corinthians. o Jean também é um brincalhão.

    Abraços

    ResponderExcluir
  4. brincalhão é apelido, uelton. abs, pp

    ResponderExcluir

Deixe o seu comentário sobre os textos do Blog do Persio Presotto