A Frase

" O resultado fica para a história, o jogo bonito passa "

FELIPÃO
, Técnico da Seleção Brasileira, em entrevista coletiva, antes da grande final da Copa das Confederações, diante da Espanha, no Maracanã

sexta-feira, 14 de maio de 2010

Ao rebater o desinformado Dunga, Ganso foge da mediocridade boleira



MAURO CÉZAR PEREIRA

Paulo Henrique Ganso vai completar 21 anos apenas em 12 de outubro, e demonstra maturidade dentro e fora de campo. Se nas quatro linhas desfila talento e segurança ao jogar bola, fora delas deixa claro que não é outro "Maria vai com as outras".

Ganso deu um belo troco no desinformado técnico da seleção da CBF. Dunga esnobou seu futebol em nome de um pseudo-patriotismo cretino, priorizando os que a ele se curvam de forma subserviente e o reverenciam como "professor" sabe-se lá de que.

Na constrangedora entrevista coletiva de convocação, terça-feira, Dunga alegou que Paulo Henrique e Neymar foram mal nas seleções de base e Ganso teria sido reserva, o que seria um dos argumentos para que não fosse à África do Sul. Argumento tacanho, cá entre nós.

Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, o jovem craque santista rebateu. "Ele não está sabendo bem da seleção Sub-20 que disputou o Mundial do ano passado. Fui titular em todos os jogos (...)". Verdade, embora tenha sido substituído em cinco dos sete cotejos disputados.

É fato que no Mundial Sub-20 Ganso não foi tão brilhante. Mas só numa cabeça como a de Dunga esse tipo de certame tem que ser vencido a qualquer preço. Competições de base servem para formar jogadores. E certamente a disputa no Egito amadureceu o santista.

"No ano passado, eu estava ainda no começo de carreira. Era promessa. Hoje sou uma realidade", resumiu Paulo Henrique. Sem dúvida. Para azar da seleção da CBF, seu "Comandante-em-chefe" não consegue perceber isso. Prefere os esforçados, como ele.

Mas é ótimo saber que além de bom de bola, o rapaz não se curva ante a mediocridade dunguista. Claro que isso pode signficar o fim de suas esquálidas chances de ir ao Mundial 2010. Tudo bem. Como diria Fernando Calazans, se Ganso não vai à Copa, azar da Copa. E de Dunga, claro.

Ganso no Mundial Sub-20 2009 no Egito

Brasil 5 x 0 Costa Rica - jogou 76 minutos até ser substituído por Boquita
Brasil 0 x 0 República Tcheca - jogou 68 minutos até ser substituído por Douglas Costa
Brasil 3 x 1 Austrália - jogou os 90 minutos e fez um gol
Brasil 3 x 1 Uruguai - jogou 62 minutos até ser substituído por Boquita
Brasil 2 x 1 Alemanha - jogou 67 minutos até ser substituído por Douglas Costa
Brasil 1 x 0 Costa Rica - jogou os 90 minutos
Brasil 0 x 0 Gana (derrota nos pênaltis) - jogou 64 minutos até ser substituído por Douglas Costa

http://espnbrasil.terra.com.br/maurocezarpereira/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário sobre os textos do Blog do Persio Presotto