A Frase

" O resultado fica para a história, o jogo bonito passa "

FELIPÃO
, Técnico da Seleção Brasileira, em entrevista coletiva, antes da grande final da Copa das Confederações, diante da Espanha, no Maracanã

quarta-feira, 2 de junho de 2010

Injusto? Quem prova? Cruyff perde, Beckenbauer leva!



1974 - País sede:
Alemanha Ocidental
Campeã: Alemanha Ocidental
Placar da Final: Alemanha Ocidental 2x1 Holanda

O elenco campeão: Maier; Vogts, Breitner, Schwarzenbeck e Beckenbauer; Bonhof, Grabowski e Uli Hoeness; Gerd Muller, Overath e Holzenbein. Técnico: Helmut Schon.

Em 1974, o mundo parou para assistir a Holanda de Cruyff, Neeskens e Rensenbrink realizar uma de suas melhores campanhas em mundiais, até então. O vice-campeonato, no entanto, conquistado pela 'Laranja Mecânica' foi como o vice-campeonato húngaro em 54 - coincidentemente contra a Alemanha -, uma grande injustiça.

Não tenho a pretensão de desmerecer a conquista alemã, em ambas as Copas, mas, para aqueles que diziam - e ainda dizem - que o futebol não tem lógica, e que nem sempre o melhor é o que vence, puderam, por sua vez, confirmar essa tese, com base nos mundiais de 54, 66 e 74.

Mas, mesmo tendo Cruyff, Neeskens e Rensenbrink, a Laranja Mecânica não foi suficientemente capaz para superar a Alemanha de Sepp Maier, Vogts e Beckenbauer, que, como se vê, não contava com um time qualquer...
___________________________________________________
O Blog do Persio Presotto e o Le Poète en Fleur estão concorrendo ao "Prêmio Top Blog 2010", nas categorias esportes e variedades. Para votar, basta clicar no selo à direita da tela, nos topos dos respectivos blogs. Gratos pela preferência!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário sobre os textos do Blog do Persio Presotto