A Frase

" O resultado fica para a história, o jogo bonito passa "

FELIPÃO
, Técnico da Seleção Brasileira, em entrevista coletiva, antes da grande final da Copa das Confederações, diante da Espanha, no Maracanã

sábado, 5 de junho de 2010

La mano de Dios



1986 - País sede:
México
Campeã: Argentina
Placar da Final: Argentina 3x2 Alemanha

O elenco campeão: Pumpido; Cuciuffo, Brown, Ruggeri e Olarticoechea; Batista, Henrique, Giusti e Maradona; Burruchaga (Trobbiani) e Valdano. Técnico: Carlos Billardo.

Se em 62 o Brasil ganhou a Copa graças a Mané Garrincha - na ausência de Pelé-, em 86, a Argentina levou a taça à Buenos Aires graças à Diego Armando Maradona, que encarou a competição como sendo sua.

Esta ficou marcada como a Copa em que houve uma das mais polêmicas e, ao mesmo tempo, atraentes frases já ditas dantes, após a disputa de uma Quartas-de-final.

Foi nesta fase em que ocorreu o jogo Brasil 1, França 1, decidido nos pênaltis, devido à igualdade no tempo normal e na prorrogação. A França conquistou a classificação para a semifinal, após uma infelicidade de Zico, que desperdiçou sua cobrança.

Já na outra partida, a Argentina venceu a Inglaterra por 2 a 0, com os dois gols feitos por Maradona.

Em suma, um placar normal. Mas, não foi tão normal assim, se levarmos em conta que um dos gols foi feito com a mão e o outro, após uma verdadeira pintura, ao driblar meio time antes de mandar a bola pra rede.

O tão polêmico gol com a mão foi descrito e apresentado pouco tempo depois como realizado pela "la mano de Dios" (a mão de Deus).

Deus, que eu saiba, não joga futebol. Já Maradona...
___________________________________________________
O Blog do Persio Presotto e o Le Poète en Fleur estão concorrendo ao "Prêmio Top Blog 2010", nas categorias esportes e variedades. Para votar, basta clicar no selo à direita da tela, nos topos dos respectivos blogs. Gratos pela preferência!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário sobre os textos do Blog do Persio Presotto