A Frase

" O resultado fica para a história, o jogo bonito passa "

FELIPÃO
, Técnico da Seleção Brasileira, em entrevista coletiva, antes da grande final da Copa das Confederações, diante da Espanha, no Maracanã

sábado, 24 de julho de 2010

O 'sim' de Mano a Ricardo Teixeira e a 'jogada de Mestre'!



PERSIO PRESOTTO


Mano Menezes, em entrevista coletiva dada hoje cedo no Parque São Jorge, informou a todos que foi procurado pelo presidente da CBF, Ricardo Terra Teixeira, e, após uma 'longa conversa' por telefone, de aproximadamente meia hora, decidiu aceitar o convite para ser o novo técnico da Seleção Brasileira.

Andrés Sanchez, presidente do Corinthians, que, ontem, realizou uma pequena cirurgia no rosto, estava bastante emocionado e destacou que as portas do clube estarão sempre abertas ao treinador gaúcho, que, na temporada passada, reergueu o moral da equipe alvinegra, devolvendo-a à elite do futebol nacional.

Tudo muito lindo, belo e fantástico, mas, vamos aos fatos?

Muitos têm visto a recusa de Muricy Ramalho como digna, coerente e merecedora de aplausos, uma vez que o atual técnico do Fluminense ficou de mãos abanando à frente do Todo Poderoso da CBF no momento da reunião, quando recebia o convite de modo oficial.

Não há como negar. Muricy, ao não aceitar seguir a cartilha imposta por Ricardo Teixeira - que sequer consultou o presidente do Fluminense, Roberto Horcades, que, coincidentemente foi seu cardiologista por anos e, recentemente, adversário político na eleição do Clube dos 13 - mostrou personalidade e profissionalismo.

Ele, sempre que questionado, alertava que, antes de qualquer resposta, teria de falar com a diretoria do Tricolor das Laranjeiras.

Foi o que fez.

Falou com Horcades, que não o liberou por ter um contrato a ser cumprido até o ano de 2012 e disse 'não' a Ricardo Teixeira.

Esse episódio, para muitos, foi citado como uma humilhação pública, algo acachapante para o magnânimo da CBF.

No entanto, ouso analisar sob um outro ângulo.

Ao invés de ser humilhado, Ricardo Teixeira deu um 'Golpe de Mestre'.

Explico: era público e notório que Mano Menezes era o favorito da entidade, para assumir o cargo deixado por Dunga, ao final da Copa do Mundo de 2010, na África do Sul.

Os indícios foram mais do que descarados.

A escolha de Andrés Sanchez para Chefe da Delegação Brasileira foi uma dessas 'provas'.

Não é segredo, afinal, que o presidente do Corinthians apoiou Kléber Leite - aliado de Teixeira - no Clube dos 13.

Da mesma forma que não há como desmentir o interesse do 'imortal' da CBF na construção de um novo estádio na capital paulista - o Piritubão - que ficaria de presente para o Corinthians, tendo o apoio, inclusive, do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, com a intenção de desbancar o Morumbi, do opositor Juvenal Juvêncio, para a Copa do Mundo de 2014, no Brasil.

Por estas e outras, qual a melhor maneira para, digamos, 'distorcer o óbvio'?

Causar a surpresa!

E foi que Ricardo teixeira fez.

Ao invés de anunciar Mano Menezes logo de cara e possibilitar reações ao estilo 'eu já sabia', procurou Muricy Ramalho e 'espantou' a todos.

Mano terá uma baita bucha pela frente, pois, a partir de agora, carregará mais de 190 milhões de torcedores às costas.

E, se fracassar, dará a 'deixa' para que Ricardo Teixeira se defenda, ao dizer coisas como: "Tentamos, antes, o Muricy, mas ele não quis e o Fluminense não o liberou"...

No que estará, até provem o contrário, absolutamente certo!
___________________________________________________
O Blog do Persio Presotto e o Le Poète en Fleur estão concorrendo ao "Prêmio Top Blog 2010", nas categorias esportes e variedades. Para votar, basta clicar no selo à direita da tela, nos topos dos respectivos blogs. Gratos pela preferência!

Um comentário:

  1. Parabéns pelo texto. Muita coisa que vc escreveu eu desconhecia, e me foi muito útil, de verdade!
    Baita polêmica!
    Abraços!
    Treinador Braccini

    ResponderExcluir

Deixe o seu comentário sobre os textos do Blog do Persio Presotto