A Frase

" O resultado fica para a história, o jogo bonito passa "

FELIPÃO
, Técnico da Seleção Brasileira, em entrevista coletiva, antes da grande final da Copa das Confederações, diante da Espanha, no Maracanã

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

O Incompreendido


PERSIO PRESOTTO

Jesus Cristo, o nosso salvador, deu a vida por nós, mortais, pecadores e que não sabem ou compreendem o real valor da existência, da vinda do Filho de Deus ao plano terrestre.

Não sou teólogo, estudioso religioso... sou apenas um ser humano, assim como você.

E, justamente por ser imperfeito, questiono aqueles iguais a mim:

Pedro, o apóstolo, quando anunciada a morte do Cristo, bradou com indignação pelo acontecido, sabendo que Ele tinha o poder e não o usou disto para se salvar.

Jesus Cristo, enquanto humano, foi a perfeição, a obra divina, aquele que veio para nos ensinar por parábolas e colher como fruto um rebanho de fiéis seguidores, livres de vaidade, interesse e maldade.

Os apóstolos que se encarregaram de difundir A Palavra às diferentes Nações, foram vistos como inimigos e, por isso, mortos com requintes de crueldade.

Não entendo – juro – como alguém que veio para pregar pela paz, generosidade e amor ao próximo, pode ser apontado como blasfemador e acabar crucificado. Essa questão, por sinal, também pairou à mente de João, um dos mais adorados seguidores Dele.

Os ensinamentos de Jesus são valiosos e merecedores de uma interpretação apurada, minuciosa. Só quem realiza esse exercício de pensamento é capaz de compreender o que aquele que é incompreendido diz.

E mais: somente os que se dispõem de valores materiais são, dignamente, habitantes no Reino do Céu, onde o Mestre é aquele que serve aos discípulos e não espera ser servido.
___________________________________________________
O Blog do Persio Presotto e o Le Poète en Fleur estão concorrendo ao "Prêmio Top Blog 2010", nas categorias esportes e variedades. Para votar, basta clicar no selo à direita da tela, nos topos dos respectivos blogs. Gratos pela preferência!

Um comentário:

  1. As vezes ele fez isto para ensinar que até os poderosos são jogandos (mesmo que no caso dele não merecesse este julgamentos, mas ele ensino que quem cre e pratica realmente a verdade está liberto até dos grilhões da morte)...

    Fique com Deus, menino Persio Presotto.
    Um abraço.

    ResponderExcluir

Deixe o seu comentário sobre os textos do Blog do Persio Presotto