A Frase

" O resultado fica para a história, o jogo bonito passa "

FELIPÃO
, Técnico da Seleção Brasileira, em entrevista coletiva, antes da grande final da Copa das Confederações, diante da Espanha, no Maracanã

domingo, 20 de fevereiro de 2011

Surpresa nas semifinais

VALTER BERNAT

O Flu tropeçou no sapato alto. É, subestimou o Boavista e perdeu nos penalties. Jogou fora uma chance de ser o campeão carioca antecipadamente. É o melhor time, o melhor elenco e tem o melhor técnico, mas subestimou o time pequeno e perdeu na vontade.

Dizer que penalty é loteria é negar a realidade. É competência, do goleiro e do batedor. Os melhores goleiros do mundo já dizia

m que penalty bem batido é gol e que o goleiro só pega o mal batido.

A semifinal do Flu provou que essa máxima está certa.

No domingo o Botafogo de Joel novamente retracandíssimo, com 3 zagueiros e 3 cabeças de área (novidade de Joel) jogou atrás o tempo todo e só chutou uma bota a gol, numa bola parada... algo estranho? Não, o Botafogo só fez isso o primeiro turno inteiro, contra todos os times.

O jogo foi igual, mas igual por baixo. O Fla esteve melhor e só não ganhou o jogo no tempo regulamentar por causa do Jefferson, que agarrou tudo, com 3 defesas milagrosas.

O Botafogo foi o de sempre. Um time defensivo, com forte marcação, mas sem nenhum criação. Ter o Renato Cajá como armador das jogadas do time é brincadeira.

O banco do Botafogo é melhor do que o que está em campo jogando. Ou vocês acham que o Caio e o Everton são reservas nesse timinho do Joel. Insistir com o Herrera que não acerta uma jogada... ah mas marca muito bem... é... mas e daí?

O Somália é outra piada, marca, marca, faz falta e nada...

O Cajá tenta, tenta e tenta... e não consegue nunca...

E o Joel com aquela capa de super-herói, escala o time com 3 zagueiros e 3 volantes. E deixa tudo nas costas do Loco Abreu?

Como de hábito, no intervalo surge o super-Joel e conserta a merda que fez ao escalar o time. Por quê?

Ah porque se o time ganhar ele é valorizado, ou seja, suas mudanças consertaram o time... mas se esquecem de que ELE escalou mal, mais uma vez.

O Fla jogou como sempre, ou seja nada. Nada de ataque, nada de defesa e nada de meio-campo... jogadas esporádicas que melhoraram com a entrada do Negueba.

Diante das inutilidades, foram aos penalties.

O repórter da Globo já anunciava que o Joel tinha dificuldades de escolher os 5 batedores... Não deveriam estar escolhidos desde a semana de treinamento?

Colocar um zagueiro-zagueiro para abrir as cobranças já foi uma temeridade. Menos mal que ele deu uma porrada no meio do gol e o Felipe foi para um dos cantos.

Quando ouvi que o Everton iria bater, tremi nas bases. Como um jogador que o próprio técnico disse que estava sem ritmo iria bater? Bateu e perdeu. Óbvio!

O tal do Cajá que só o Joel acha que joga bola, foi bater e pelo seu posicionamento era óbvio que iria perder e ... perdeu.

Agora, deixar o melhor batedor pro final é apostar que ele poderá não bater, e foi isso que aconteceu... a experiência já ensinou que o melhor tem que bater na frente, passando a responsabilidade pro outro lado.

O Fla tinha na relação: Leo Moura (que era o batedor oficial antes do Ronaldinho), Thiago Neves (que era o batedor no Flu), Renato Abreu, chutador por excelência e Ronaldinho Gaúcho.. um time de primeira.

O Bota tinha (com dificuldades do técnico em escolher): Márcio Rosário (já viram algum penalty dele?); Everton (fora de ritmo). Cajá (o craque do Joel) e mais um que nem bateu e ainda o principal batedor Loco Abreu...

Estava na cara que o time tinha que perder, como eu disse à minha mulher que veio pra sala dizendo: " ih, foi pro penalty? Com o Loco ABreu batendo o Fogão vai ganhar"... qual nada, o grande técnico deixou ele pra bater por último e ele nem precisou bater...

Mais uma vez o time do Botafogo perde pro técnico...

Dizer que o Joel é o papão do Cariocão, é fácil, mas olhem como foram seus títulos... a maioria nos penalties... podem conferir.

Fora Joel... volta Cuca, o verdadeiro técnico do Fogão...

Agora só nos resta torcer pro Cruzeiro se dar mal na Libertadores e seus dirigentes malucos dispensarem o Cuca e assim ele voltaria ao Fogão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário sobre os textos do Blog do Persio Presotto