A Frase

" O resultado fica para a história, o jogo bonito passa "

FELIPÃO
, Técnico da Seleção Brasileira, em entrevista coletiva, antes da grande final da Copa das Confederações, diante da Espanha, no Maracanã

domingo, 30 de junho de 2013

Manifeste-se já!


PERSIO PRESOTTO

A Copa das Confederações, no Brasil, provocou uma onda revolucionária na Nação abandonada às traças, que imaginou ter feito valer sua ideologia e modo de reivindicar há anos, mais precisamente nos tempos das Diretas Já e quando Fernando Collor de Mello teve o impeachment decretado.

Antes que alguém me crucifique, quero esclarecer: não acredito que a população que protestou pelo fim da ditadura e, mais adiante, depôs o então presidente da República não tenha sido significativa para o que hoje vivemos e batalhamos para conquistar. Acho apenas que aquela geração contentou-se com pouco e deixou que o grande protesto em si, por uma educação de qualidade, transporte, moradia, saúde e qualidade de vida fosse cobrada hoje, por jovens considerados alienados, mas que deram um tapa com luva de pelica nos opositores.

É bem verdade, que há um grupelho de oportunistas, baderneiros, que fazem um movimento tão singular parecer irresponsável e inconsequente. Não há a necessidade de se quebrar lojas, por fogo em carros, provocar arrastões intimidando aqueles que têm um propósito e uma causa legítima.

Se o Brasil teve a iniciativa de se candidatar à Copa do Mundo de 2014, o Brasil tem de oferecer as condições necessárias para a nossa população receber os milhares de ilustres visitantes sem que o País tenha de parar por isso. Essa paralisação a qual me refiro não é a provocada pela manifestação popular, mas, sim, a imposição que é feita pela Fifa, com o aval do Governo brasileiro, de fechar o comércio local e decretar feriados por não ter a estrutura desejada e ofertar a quem é de direito a segurança que é tão cobrada desde os primórdios.

Aqui, em Belo Horizonte, quando ocorreu o confronto entre Brasil e Uruguai, nas Oitavas-de-final, o prefeito Marcio Lacerda comunicou que haveria o feriado quase às vésperas da partida, por volta das 23h. Na quarta-feira pela manhã, poucos eram os que sabiam de tal decisão.

Na rua Paraná, um dos pontos principais de BH, próximo à  Rodoviária, víamos grupos e mais grupos de policiais militares. Senti-me protegido e confortável, até. Porém, à noite, quando o placar de 2 a 1 já era conhecido a favor do escrete canarinho, vi uma BH largada às traças, com gente sem saber qual rumo tomar, por medo de fazer parte da grande confusão que acontecia na Praça Sete, em que alguns vândalos enfrentavam a polícia, que respondia com gás de pimenta e bomba de gás lacrimogênio.

(Rua Paraná esta, que, diga-se, está interditada desde março, para a implantação de um novo ônibus, que ninguém sabe ao certo qual utilidade terá, de nome BRT. Se hoje, em plena Copa das confederações, a Paraná estivesse ativa, não tenho a menor dúvida de que o caos seria maior do que é).

Chega a ser assombroso tamanho descalabro! A população tem, mesmo, de ir às ruas, lutar contra os que impedem nosso avanço como País, sociedade, Nação e acabar com a festa dos que se julgam babás do povo, mas nada fazem por ele.

O Brasil cansou de ser mulher de malandro e quer - ou melhor - precisa fazer valer sua ideologia, avacalhada por falsos moralistas, que, com certeza, não serão enquadrados por crime hediondo. Alguma dúvida sobre isso?

PÁGINA NO FACEBOOK: http://migre.me/4B8Mb

LE POÈTE EN FLEUR:
http://migre.me/4B8TB

VESTIBLOG@R:
http://migre.me/4B9wQ

NEW WORLD DESIGN E TECHNOLOGY -
http://migre.me/4B9lH

O BOLETIM:
http://migre.me/4B91s

UELTON E ETC:
http://migre.me/4B97B

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário sobre os textos do Blog do Persio Presotto