A Frase

" O resultado fica para a história, o jogo bonito passa "

FELIPÃO
, Técnico da Seleção Brasileira, em entrevista coletiva, antes da grande final da Copa das Confederações, diante da Espanha, no Maracanã

quarta-feira, 9 de junho de 2010

As terríveis lesões pré-Copa

Por MANO MENEZES

Estamos nos últimos dias que antecedem o início da Copa e a tensão visivelmente começa a aumentar. Quem, seja como atleta dentro do campo ou dirigente fora dele, já viveu momento semelhante, experimentou um misto de vontade de preparar-se bem ou cuidar-se para não ficar fora do momento mais importante.

A Seleção Brasileira nos últimos mundiais passou por essa situação desagradável com o atacante Careca, cortado por lesão antes da Copa de 82, desfalcando assim a Seleção que marcou época e foi dirigida por Telê Santana. Já em 98 ficamos sem Romário, com um corte que acabou virando polêmica e azedou a relação entre ele e Zagallo, o comandante da época.

Agora também estamos tendo baixas significativas e devemos dividi-las em dois grupos, com a intenção de explorar um pouco mais o assunto.

No caso de Drogba, atacante da seleção da Costa do Marfim, podemos dizer que foi uma fatalidade, não sem mencionar a necessidade de escolher bem os adversários para os amistosos que antecedem os jogos oficiais.

Com relação aos demais casos, que na sua maioria são de lesão muscular ou ligamentar, acontecem pelo fato de os atletas terem terminado uma temporada europeia desgastante, com muitos jogos intensos e decisivos, necessariamente disputados com a sua presença.

Faz muito tempo que o futebol deixou de ser um simples jogo para se tornar um grande negócio, exigindo de seus participantes resultados imediatos nem sempre possíveis de serem alcançados. Essa necessidade acontece por dificuldades dos clubes normais e muitos interesses dos que agora têm dono ou investidores, provocando por um lado uma valorização de todos e por outro uma pressão altíssima e uma necessidade da presença maior das grandes estrelas nos jogos.

Com novas necessidades, os atletas estão sendo levados a um nível máximo de exigência física e as lesões passam a ser quase que inevitáveis. Vamos torcer para que não tenhamos mais nenhuma baixa para que a Copa seja disputada no mais alto nível técnico e com a presença das mais consagradas estrelas.

Lesões e baixas à parte, será que Messi, escolhido recentemente “o melhor jogador do mundo”, vai ser o melhor da Copa?

http://manomenezes.blog.terra.com.br/2010/06/09/as-terriveis-lesoes-pre-copa/
___________________________________________________
O Blog do Persio Presotto e o Le Poète en Fleur estão concorrendo ao "Prêmio Top Blog 2010", nas categorias esportes e variedades. Para votar, basta clicar no selo à direita da tela, nos topos dos respectivos blogs. Gratos pela preferência!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário sobre os textos do Blog do Persio Presotto