A Frase

" O resultado fica para a história, o jogo bonito passa "

FELIPÃO
, Técnico da Seleção Brasileira, em entrevista coletiva, antes da grande final da Copa das Confederações, diante da Espanha, no Maracanã

sexta-feira, 11 de junho de 2010

Nem Celeste, nem França: frustração

JUCA KFOURI

Esperava-se de França e Uruguai mais futebol do que no jogo inaugural.

Mas não foi assim.

A França, para quem ninguém dava nada, e com razão, até surpreendeu pela altivez e confiança.

E o Uruguai claramente se assustou.

Tirante Forlan, que não se assusta com nada, o time uruguaio estava evidentemente intimidado durante todo o primeiro tempo.

Nem parecia um bicampeão mundial contra apenas um campeão.

Sim, é claro, você dirá que os títulos de 1930 e 1950 estão vencidos e que o de 1998 ainda está aí, bem vivo.

Vá lá.

No segundo tempo o panorama não mudou muito.

Estava claro que os uruguaios, menos Forlan, se contentavam com o empate e que os franceses, com Thierry Henry no banco, queriam ganhar.

Henry substituiu Anelka e Loco Abreu entrou no time celeste.

Lodeiro, do Uruguai, genial, jogou 14 minutos e foi expulso de campo, aos 36.

No último minuto, que ironia, Henry pediu mão na bola dentro da área uruguaia.

Mas o árbitro não deu e não deu para a França vencer: 0 a 0, num jogo nota 4, inferior ao da abertura da Copa.

Esperemos o que a Argentina, e a Inglaterra, mostrarão amanhã.

http://blogdojuca.uol.com.br/
___________________________________________________
O Blog do Persio Presotto e o Le Poète en Fleur estão concorrendo ao "Prêmio Top Blog 2010", nas categorias esportes e variedades. Para votar, basta clicar no selo à direita da tela, nos topos dos respectivos blogs. Gratos pela preferência!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário sobre os textos do Blog do Persio Presotto