A Frase

" O resultado fica para a história, o jogo bonito passa "

FELIPÃO
, Técnico da Seleção Brasileira, em entrevista coletiva, antes da grande final da Copa das Confederações, diante da Espanha, no Maracanã

domingo, 4 de julho de 2010

Brasil 5 estrelas e a Copa de Ricardo Teixeira


PERSIO PRESOTTO

Olá, meus queridos deste Brasil que continua Pentacampeão e, por isso, 5 estrelas.

Bom... Bem... como posso dizer?

De preferência falando ou escrevendo, certo???

Então, vamos lá...

Que a Seleção Brasileira não seria campeã este ano, na África do Sul, não era algo de novo, ao contrário.

E digo isso, não pelo fato de já estarmos eliminados.

A grande questão é a de que não merecíamos um sucesso maior em solo sulafricano.

E, fugindo um pouco do 'normal' que é encontrado nos jornais e blogs da vida, não atribuo o fracasso do escrete canário unicamente ao Dunga ou ao Felipe Melo.

O Dunga, assim como o 'jogador símbolo' dele, tem um chefe, chamado Ricardo Terra Teixeira, que assumiu a CBF no ano de 1989 - às vésperas da Copa do Mundo de 1990, na Itália, portanto - e nunca mais largou o osso.

Foi com ele que quase morremos do coração tendo Sebastião Lazaroni como treinador; que sofremos horrores na conquista de 1994, nos Estados Unidos; que vivemos o drama Ronaldo, em 1998, na França; que vencemos - de forma invicta e com Felipão - em 2002, na Coreia do Sul e no Japão; que ficamos indignados com as festas fora de hora, em 2006, na Alemanha e que, agora, colecionamos mais um tropeço, no continente africano.

Não sei se vocês sabem, mas vou contar, mesmo assim... o objetivo do mandatário do futebol nacional é o de ser eleito presidente da Fifa em 2015, no lugar do suíço Joseph Blatter e, a partir daí, repetir a façanha do sogro famoso - João Havelange - de modo a ficar por um longo período à frente do futebol mundial.

A Copa do Mundo de 2014, que será realizada aqui no Brasil, servirá - não tenham dúvida disto - como campanha eleitoral.

Mas há um porém: Sepp Blatter, que até então era aliado e demonstrava interesse em colocar Ricardo Teixeira como seu sucessor, hoje parece não ter mais.

No que diz respeito à Copa de 2014, vale lembrar o episódio Morumbi.

Quando na eleição para o Clube dos 13 (entidade que defende os interesses das principais agremiações esportivas com a TV), o presidente do São Paulo, Juvenal Juvêncio, e a presidenta do Flamengo, Patrícia Amorim, decidiram pela reeleição de Fábio Koff, contrariando assim o todo poderoso, que apoiava Kléber Leite, ex-presidente do Rubro-negro da Gávea.

Resultado: Teixeira investiu pesado numa campanha 'anti-Morumbi', pró-Piritubão.

Piritubão este, que nem foi planejado, colocado no papel, mas que, ao que tudo indica, será construído tendo o aval do eternamente popular e presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva. Ao final, o novo estádio ficará de presente para o Corinthians, de Andrés Sanchez, que votou em Kléber Leite e assumiu o posto de Chefe da delegação brasileira durante a Copa do Mundo na África do Sul.

Francamente, tenho até medo de pensar na tal Copa brasileira.

Daqui alguns meses haverá eleições para presidente, Deputado Federal e Estadual e ao Senado.

Promessas e mais promessas serão feitas por este e aquele candidato.

E o argumento será o mesmo, independente de ser da situação ou oposição: o bem-estar da população e um trabalho honesto, digno, que atraia o turismo e faça do Brasil uma Naçao respeitável mundo afora.

Quem quiser, que acredite nisso.

Eu, tô fora...

O Brasil nunca teve ou terá condições estruturais para sediar uma Copa do Mundo, quiçá uma Olimpíada.

O que prevalece por aqui, infelizmente, são os acordos políticos.

Acordos que nem sempre são viáveis e que ultrapassam o limite do bom senso e o da vergonha na cara!

Desperta - e logo - Brasil, antes que seja tarde!
___________________________________________________
O Blog do Persio Presotto e o Le Poète en Fleur estão concorrendo ao "Prêmio Top Blog 2010", nas categorias esportes e variedades. Para votar, basta clicar no selo à direita da tela, nos topos dos respectivos blogs. Gratos pela preferência!

Um comentário:

  1. Caiu todo mundo menos o Ricardo Teixeira. Isso é o Brasil.

    Abraços! Ainda sem Internet. snif snif

    ResponderExcluir

Deixe o seu comentário sobre os textos do Blog do Persio Presotto