A Frase

" O resultado fica para a história, o jogo bonito passa "

FELIPÃO
, Técnico da Seleção Brasileira, em entrevista coletiva, antes da grande final da Copa das Confederações, diante da Espanha, no Maracanã

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Sobre o "Caso Bruno"



Caros, venho aqui para falar de um assunto extremamente desagradável e que ganhou notoriedade na dita grande imprensa de uns dias para cá, mas, neste espaço, não teve destaque, até por uma questão de respeito e bom senso, uma vez que falamos de futebol e não carnificina.

No momento em que este texto é escrito, o goleiro Bruno, do Flamengo, se apresenta na Delegacia de Homicídios do Rio de Janeiro para responder sobre o assassinato de sua ex-namorada, Eliza Samudio, com quem tem um filho.

Não sei para você, leitor, leitora deste blog, mas, para este que vos escreve, as informações apresentadas até o presente momento, não são 100% confiáveis.

Há muita contradição, coisa que não bate, encaixa.

Desta forma, não podemos declarar com precisão que Bruno é realmente o culpado e, assim, um assassino.

Não quero, com isso, agir como um advogado, defender o goleiro Rubro-negro.

Só acho que deve haver um cuidado todo especial no informar sobre assuntos delicados como este.

Há um jargão usado entre os formandos em Direito, que diz assim: Toda pessoa é inocente até provem o contrário.

As tais provas serão apresentadas com o desenrolar das investigações e depoimentos.

Até o bater do martelo na mesa e a sentença anunciada, Bruno é inocente.

É claro que em horas como esta, lembramos de situações como a frase infeliz dita por ele, pouco antes do Dia internacional da Mulher, em que chegou a questionar se algum homem já não havia batido numa mulher.

Mas, vamos com calma...

Se culpado, de fato, Bruno terá de responder pelo ato e cumprir longos anos de prisão.

Isso, é claro, se o Poder Judiciário assim permitir...
___________________________________________________
O Blog do Persio Presotto e o Le Poète en Fleur estão concorrendo ao "Prêmio Top Blog 2010", nas categorias esportes e variedades. Para votar, basta clicar no selo à direita da tela, nos topos dos respectivos blogs. Gratos pela preferência!

Um comentário:

  1. Mais um caso pra alimentar a mídia por um tempo interminável. Acho que não há mais dúvidas da culpabilidade do Bruno, mas de qualquer forma não nos cabe condená-lo. Nessa história toda me comove a situação da criança, agora sem mãe e com um pai que não o quis.

    Beijo, Pérsio.

    ResponderExcluir

Deixe o seu comentário sobre os textos do Blog do Persio Presotto