A Frase

" O resultado fica para a história, o jogo bonito passa "

FELIPÃO
, Técnico da Seleção Brasileira, em entrevista coletiva, antes da grande final da Copa das Confederações, diante da Espanha, no Maracanã

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Sócrates, Brasileiro corinthiano, com muito amor!



PERSIO PRESOTTO

O Corinthians, com méritos, foi o campeão Brasileiro de 2011.

Foi o time mais regular, o que mais tempo esteve na liderança e, por isso, mereceu levantar o caneco!

Corinthians, que foi de Sócrates, o pensador com a bola no pé, que a tocava com precisão, de primeira ou de calcanhar!

Sócrates que nos deixou na madrugada de sábado para domingo, e provocou lágrimas de saudade àqueles que o conhecia e respeitava como jogador e ser humano.

Comparado a muitos, tive pouco contato com o Doutor Magrão.

Nunca o vi pessoalmente, apenas falei ao telefone.

Sabe aquele pensamento quase que habitual de que o sujeito é famoso e, por isso, intojado, mascarado?

Sócrates era o oposto disso!

Ele sequer fazia ideia de quem eu era, o que queria, e me tratou como alguém da relação dele, dando risada, fazendo brincadeira pelo fato de eu ser sãopaulino e se colocando inteiramente à disposição para o que eu precisasse.

Quem me conhece, e há um bom tempo, sabe que, em 2002, criei juntamente ao meu querido amigo dos tempos de faculdade, Marcus Vinicius Baptistella, o Mandando Pra Rede - Opinião e Cidadania, o qual toquei por aproximadamente 7 anos.

Pois bem... o MPR era voltado ao cotidiano esportivo e político, mas com foco direcionado à inclusão social. Sabe qual o primeiro texto que li e publiquei sobre o tema no referido sítio? O do Doutor Sócrates, que escrevia semanalmente à revista Carta Capital, do grande Mino Carta.

Adorava ler os textos que Sócrates escrevia. E, num dos muitos ataques ideológicos que tive, liguei para a Carta Capital e pedi autorização para a reprodução do material no MPR. Mino Carta deu o "ok" e falou que se o Sócrates permitir, por ele, Mino Carta, não haveria qualquer problema. E foi assim que estabeleci contato com o Doutor Magrão.

A morte de Sócrates foi triste. É inaceitável que alguém como ele, que idealizou a Democracia Corinthiana, que foi presença marcante na luta pelas Diretas Já, na época da Ditadura Militar, nos deixe, e tão cedo, aos 57 anos.

Ontem, em homenagem ao ex-jogador que brilhou com a camisa da Seleção Brasileira, do Corinthians, Flamengo, Santos e 'surgiu' no Botafogo-SP, foi reapresentada a entrevista que ele deu à jornalista Marília Gabriela, no "De Frente com Gabi", do SBT.

Neste, Sócrates falou sobre as duas internações que teve, sobre a família, a vida pessoal e, claro, futebol e a Copa do Mundo de 2014, no Brasil. No referente à família, ele comentou sobre os 6 filhos e o desejo de ter mais duas meninas com a atual mulher, Kátia Bagnarelli. No momento da revelação, Gabi demonstrou surpresa e olhou imediatamente para Kátia, que assistia a tudo, emocionada.

Tenho de confessar: fiquei emocionado com a cena, com o brilho no olhar, a admiração de Kátia. Foi algo marcante, que mostrou, no meu entendimento, algo superior ao amor! Uma coisa que somente quem ama de verdade pode saber entender! E, por esta razão, cheguei a 'sonhar em pensamento'. Já imaginou, que maravilha, se ela descobrir que está grávida? E ter uma menina, como Sócrates desejava? Seria algo precioso demais!

Outra coisa, agora que assisti no Juca Entrevista: Sócrates pretendia escrever um livro, que seria lançado, provavelmente, em 2012, que serviria como uma espécie de "Guia" aos estrangeiros, mostrando o Brasil atual sem florear. E o jornalista Xico Sá, que o acompanhou no período de Cartão Verde, na TV Cultura, está responsável pela biografia deste gênio da raça!

Enfim... o texto teve início falando da conquista do quinto título Brasileiro do Corinthians.

E ganhou corpo e encerramento com Sócrates, que é Brasileiro, corinthiano com muito amor, Sampaio de Souza Vieira de Oliveira!

Que ele comemore à vontade e a família supere a falta dele, tendo a certeza que a genialidade de Sócrates é imortal!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário sobre os textos do Blog do Persio Presotto